Saiba tudo sobre o Enem Digital

Detalhes sobre essa nova metodologia do Inep para a prova do ENEM

1610
enem digital

A novidade da aplicação do ENEM digital 2020 tem levantado diversas dúvidas a respeito de como será aplicado o exame nesse novo meio proposto pelo Inep. Por isso, nós do QG do ENEM decidimos fazer essa matéria com as informações divulgadas pelo próprio presidente do instituto para você ter noção de como funcionará baseado em fontes confiáveis!

O projeto do ENEM digital entrará em fase teste esse ano, pois sua efetivação ampliada acontecerá a longo prazo. No ano de 2021, estão previstas 2 aplicações da versão digital e 1 da tradicional, por exemplo. Segundo o presidente do Inep, a versão digital é um projeto que será implementado de maneira progressiva.

enem digital

Nesse ano de 2020, serão duas aplicações em dias diferentes: uma digital e uma impressa. No entanto, por mais que sejam aplicações distintas com questões não repetidas, o método de correção TRI nivela a dificuldade de cada aplicação para que não sejam discrepantes os resultados dos alunos que realizarem a prova digital e a impressa. Por isso, os vestibulandos não devem se preocupar com diferentes abordagens, pois estão sendo avaliados pelos mesmos quesitos e para as mesmas vagas.

A questão da segurança também foi abordada com cautela pelo Inep. A prova digital não será realizada na casa do aluno, mas ele terá que se deslocar até um local selecionado pelo governo e lá realizar a prova em um computador específico protegido. Ademais, o Inep garantiu que qualquer problema técnico que se apresentar durante a realização da prova (como por exemplo: queda de energia) garantirá aos penalizados uma reaplicação.

Por demandas dos vestibulandos, para esse ano, a redação ainda será realizada em uma folha impressa. Além da folha da redação, para o segundo dia de aplicação (Naturezas e Exatas), serão distribuídas folhas de rascunho para a realização de contas.

Já a respeito da inscrição, ela é realizada no mesmo processo que normalmente é disponibilizado para o ENEM tradicional, a única diferença é que caso o vestibulando opte pela versão digital, ele irá selecioná-la no momento da inscrição. Lembrando que não será permitida a mudança da inscrição de uma versão da prova para a outra. A isenção também é feita pelo mesmo passo a passo tradicional que você pode conferir clicando aqui.

Por fim, é importante ressaltar que a realização digital tem um número de vagas ofertadas de 100 mil a serem preenchidas por ordem de inscrição nas regionalidades disponíveis para a aplicação. Então, caso seja de seu interesse prestar a versão digital do ENEM, é importante que não demore para fazer a inscrição dentro do prazo determinado.

Continue acompanhando o Blog do QG para mais novidades a respeito do ENEM 2020!