7 dicas de leitura dinâmica para você usar no ENEM

929
leitura dinâmica

Você conhece alguém que perdeu a noção de tempo durante uma prova e, quando caiu em si, percebeu que não conseguiria ler todas as questões restantes, tampouco respondê-las da melhor forma? Isso é um sério problema, tendo em vista que uma boa leitura é primordial para compreender os exercícios e alcançar uma boa nota.

Para muitas pessoas é um grande desafio resolver a prova do ENEM em tempo hábil, pois elas não conseguem, muitas vezes, sequer ler o exame em sua totalidade. É por essa razão que a leitura dinâmica é essencial para quem deseja se destacar. Quer saber mais sobre essa técnica e descobrir como aplicá-la? Acompanhe o post!

O que é a leitura dinâmica?

A leitura dinâmica é um conjunto de métodos que visam aumentar a velocidade da leitura e a capacidade de compreensão sobre o que é lido. Em outras palavras, é uma forma mais rápida e clara de ler os textos, visto que a agilidade não compromete o entendimento.

No modo tradicional, a leitura ocorre com a vocalização das palavras, mesmo que mentalmente. Nesse ritmo, uma pessoa com capacidade normal consegue ler cerca de 300 palavras por minuto, com percentual de compreensão de 60%.

Por outro lado, um leitor que adota a leitura dinâmica é capaz de alcançar algo entre 1000 e 1700 palavras por minuto, compreendendo cerca de 85% do que foi lido. Incrível, não? Percebeu o quanto essa estratégia pode ser benéfica para você durante a prova do ENEM?

Como a leitura dinâmica funciona?

É importante entender que o cérebro funciona mediante os estímulos que recebe, portanto, se a pessoa lê lentamente há anos, esses estímulos são enviados em velocidade reduzida, e a resposta — compreensão — é de forma igualmente lenta.

Por meio da leitura dinâmica, o cérebro recebe as informações do texto de maneira mais ágil, elevando, assim, a capacidade de raciocínio do leitor. Contudo, a pessoa deve estar treinada e comprometida a exercer tal método, afinal, estamos falando de uma mudança complexa do funcionamento cerebral.

Nesse contexto, a leitura dinâmica funciona com a eliminação de certas etapas cerebrais que retardam o processo de leitura, como a subvocalização, isto é, a repetição de palavras, mesmo que mentalmente, enquanto lemos.

Assim como iniciar uma atividade física, se adaptar a esse processo de aceleração mental não é fácil e requer disciplina, por isso é normal se sentir cansado no começo. Porém, não desanime, pois, conforme for exercitando a técnica, o cérebro se acostuma com a mudança.

Como aplicá-la no ENEM?

1. Treine seus olhos

Sabia que seus olhos se movimentam em saltos enquanto você lê? Basicamente, eles se fixam em algum ponto da linha e, logo depois, saltam para o próximo — e quanto maior for o salto, mais rápida e eficiente é a leitura.

Por esse motivo, treinar os olhos para dar saltos maiores é o primeiro passo para aplicar a leitura dinâmica. Uma sugestão é fazer exercícios que simulam essa ação e, consequentemente, fortalecem o movimento ocular.

2. Aprenda a se concentrar

Manter-se focado durante a leitura é essencial para absorver informações em menos tempo e com mais qualidade. Afinal, as distrações fazem a mente divagar e aumentam a necessidade de uma releitura do texto.

Uma forma de ampliar sua capacidade de concentração durante a leitura é por meio de um exercício bastante utilizado em técnicas de meditação. Para tanto, procure uma posição confortável para se sentar e permaneça imóvel por um minuto — isso ajudará você a controlar movimentos involuntários aos poucos.

Além disso, é fundamental manter distância do celular e de qualquer outra coisa que possa tirar sua atenção do que realmente importa e prejudicar a leitura dinâmica. Tenha em mente que esse é um momento para se dedicar ao texto somente.

Veja aqui dicas para ter concentração durante os estudos

3. Evite falar ou pensar em cada palavra enquanto lê

É comum uma pessoa pronunciar a palavra enquanto a lê — até porque, foi assim que a ensinaram na escola. Entretanto, esse hábito impede o desenvolvimento integral da leitura dinâmica, uma vez que o ato de ler ocorre, literalmente, palavra por palavra e diminui a capacidade de compreensão.

Isso acontece porque o cérebro perde tempo e energia ao se ocupar com a pronúncia em vez de focar na interpretação do que está lendo. Ou seja, você terá que reler um mesmo trecho e correrá o risco de comprometer sua produtividade durante a prova.

Uma ideia interessante para driblar a “mania” de pronunciar enquanto lê é colocar um lápis entre os lábios durante a leitura. Com a prática, você verá que fica mais fácil evitar a subvocalização e conseguirá ler mais rapidamente.

4. Siga em frente com a leitura

Você perde muito tempo com a releitura de trechos durante a prova? Saiba que não é preciso gastar tanto a vista para compreender bem o conteúdo, tampouco retomar ao começo do texto toda vez que não entender uma linha.

Esse tipo de comportamento não só aumentará sua ansiedade como o fará perder um tempo valioso que poderia ser melhor aproveitado. Portanto, aceite que o essencial é entender a ideia geral, não interferir a leitura e, após ler todo o texto, voltar somente nas partes em que restarem dúvidas.

5. Use a técnica de skimming

O skimming é uma técnica que consiste em passar os olhos rapidamente sobre um texto para captar e avaliar informações básicas, como título, autor, data de publicação, assunto principal, índice, imagens etc.

Trata-se de uma estratégia para definir a necessidade de dedicar mais tempo a uma leitura completa. Desse jeito, o leitor consegue encontrar com mais facilidade os tópicos que mais lhe interessam — tática importante para responder àquelas questões do ENEM sobre um determinado trecho do texto.

6. Use a técnica de scanning

A técnica de scanning é outra opção que pode facilitar bastante o processo de leitura durante um exame complexo como o ENEM. Ela consiste, sobretudo, em correr o olhar pelo texto para identificar palavras-chave, isto é, termos relevantes que sejam relacionados à informação que você busca naquele conteúdo.

Sendo assim, nem sempre é necessário ler um texto totalmente. Em vez disso, você pode procurar por termos que se referem diretamente ao assunto do seu interesse e ler o trecho em que eles se encontram para obter a informação com mais agilidade.

7. Leia constantemente

Quanto mais você ler, melhor leitor será. Isso parece um clichê, não é mesmo? Contudo, acredite, essa é a verdade. Mesmo dispondo de pouco tempo, comece a aproveitar cada minuto livre em sua rotina para se dedicar à leitura.

Os períodos de ociosidade, como os que passamos em filas, em salas de esperas ou no transporte público, por exemplo, são ótimas oportunidades para praticar a leitura dinâmica e garantir os resultados positivos desse novo hábito.

Treine a leitura dinâmica todos os dias para aproveitar bem o tempo e ter o melhor resultado possível na prova do ENEM. No entanto, lembre-se que ler estando cansado não é nada produtivo e que o descanso é primordial.

E então, gostou do post? Acompanhe a gente e fique por dentro dessas e muitas outras dicas e aulas para o ENEM! 🙂