Tropicália: 50 anos

3863

O Tropicalismo foi um movimento iniciado em meio à Ditadura Militar no Brasil. Em 1967, surgiu a Tropicália que durou até 1968 e contou com a presença de músicos brasileiros que ainda estão no cenário da MPB (música popular brasileira) até a atualidade, como Gilberto Gil, Gal Costa, Tom Zé, Caetano Veloso entre outros.

A música brasileira conquistou um espaço importante na cultura mesmo enquanto todo o processo ditatorial-político dominava a população brasileira. Até o início do período em que o movimento foi reconhecido culturalmente (1967), a música brasileira possuía apenas os traços da pós Bossa Nova, ritmo musical formado por músicos de classe alta que misturava o jazz e samba.

A proposta do movimento cultural

Em busca de um novo espaço na música brasileira, os tropicalistas (músicos citados acima) tinham como objetivo universalizar os estilos musicais que iriam compor a MPB, introduzindo o rock, que já fazia parte de diversas culturas no exterior, e instrumentos musicais derivados do ritmo, como a guitarra elétrica. A música erudita não poderia ser deixada de lado já que tinha seu valor e seria aprimorada para essa universalização dos estilos musicais.

Os novos compositores da MPB, como Gilberto Gil e Caetano Veloso, compuseram letras musicais. As novas mensagens continham escritores renomados da poesia, como Oswald de Andrade (escritor, ensaísta e dramaturgo brasileiro), retratos do Brasil antigo, contemporâneo e até mesmo do futuro, com astronautas e incluindo algo transcendental, como discos voadores.

A mudança cultural

As misturas de ritmos musicais como rock e bossa nova, rock e samba, rock e rumba e rock outros ritmos variados, teve um resultado comportamental na sociedade muito grande. A separação de alta cultura versus cultura de massas (que não era bem considerada uma cultura) foi uma das grandes mudanças que o Tropicalismo trouxe para o Brasil. A massa foi alcançada e a partir daí os novos costumes foram inseridos na sociedade como por exemplo: as novas roupas, os novos comportamentos sociais, o novo conceito de moral. Ao mesmo tempo, foram deixadas de lado certas tradições que eram ligadas ao conservadorismo. A Tropicália foi considerada um período em que o estilo hippie esteve presente no Brasil.

O governo militar e o Tropicalismo

Como foi dito no início do post, o movimento durou pouco mais de um ano (1967-1968), já que no período de ascendência dele, o Brasil estava enfrentando um regime político totalmente contra qualquer tipo de manifestação de cultural que não estivesse abordando o governo. Devido às repressões e prisões de membros do Tropicalismo, o fim chegou em 1968, mas, como sabemos, o nosso cenário musical e cultural permanece com influências fortíssimas dessa época.

E viva a cultura brasileira! 😀

Quer dicas para sua redação no ENEM? Veja aqui.