TOP5 erros mais comuns na Redação ENEM

Descubra os 5 erros mais comuns na redação do ENEM e saiba como evitá-los.

2320
erros

Para garantir uma redação nota 1.000 no ENEM, o candidato deve ter um ótimo domínio das cinco competências avaliadas. No entanto, frequentemente cometemos os mesmos errinhos, e todo cuidado é pouco para não perder pontos nessa prova. Pensando nisso, selecionamos os cinco erros mais comuns na redação do ENEM.

FUGA DO TEMA 

A prova de redação do ENEM tem como característica a presença não só da proposta de tema, mas também de textos de apoio, que se relacionam com o assunto. No entanto, muitas vezes, o candidato não dá a devida atenção a esses textos motivadores e, consequentemente, acaba não compreendendo o tema proposto. Isso faz com que o estudante tangencie ou fuja do tema e perca pontos na competência 2, que avalia a compreensão do assunto que deve ser tratado e a aplicação de conceitos de várias áreas do conhecimento. Dessa forma, para contornar essa situações, é importante ler atentamente os textos de apoio, pois eles irão oferecer dicas importante para você direcionar seu texto.

AMBIGUIDADE

A ambiguidade ocorre quando uma mesma estrutura pode apresentar mais de um significado e, assim, dividir interpretações. Para que isso não seja uma pedra no seu caminho, é necessário que você estruture suas sentenças da maneira mais clara possível e as leia, para ter a certeza de que sua frase não admita mais de uma leitura. 

PERÍODOS LONGOS

O período longo é um dos erros mais perigosos que os vestibulandos podem cometer. Isso porque quanto maior a sentença, maior é a chance de erros de coesão, concordância e de ortografia. Portanto, para combater esse problema, a sugestão é optar por frases curtas ou médias, que ocupem cerca de 2 linhas da sua redação. 

LINGUAGEM INFORMAL

A modalidade e a variante adotada pela banca do ENEM é a escrita formal da língua portuguesa. Isso significa que o vestibulando tem que se adequar as especificidades desse contexto comunicativo e demonstrar domínio da gramática normativa. Portanto, gírias, abreviações e marcas de oralidade devem ser evitadas, e usadas somente em situações comunicativas apropriadas. 

PRIMEIRA PESSOA DO SINGULAR

O texto dissertativo argumentativo tem como característica a marcação da impessoalidade e da objetividade. Assim, o uso da primeira pessoa do singular e expressões como “eu acho” e “na minha opinião” devem ser evitadas, pois não estão adequadas as exigências do texto. 

Por fim, vale a pena fazer um rascunho e dar uma revisada na sua redação no dia da prova, pois esses processos podem te auxiliar a identificar esses erros que sempre deixamos passar. Assim, sua organização e sua atenção irão te deixar mais próximo do tão sonhado 1.000!

COMPARTILHE
Artigo anteriorTOP5 dicas ENEM: Exatas
Próximo artigoTOP5 dicas ENEM: Naturezas
Avatar
Graduanda em Letras pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). É apaixonada pela cultura e história da América Latina e sonha em conhecer todo esse continente. Além disso, tem interesse pela área das artes e pela área da comunicação. Seu objetivo de vida é ser professora e fazer diferença na vida das pessoas.