Saiba quais são as classes gramaticais e como usá-las

10 classes gramaticais - livros apoiados em uma mesa.

Na Língua Portuguesa existem 10 classes gramaticais, ou seja, grupos de palavras que possuem a função de organizar termos no estudo da gramática. São eles: adjetivo, substantivo, verbo, artigo, pronome, preposição, numeral, interjeição, advérbio e conjunção. 

Essa classificação é muito estudada ao longo de todo o ensino básico e médio. E também cobrada em diversos processos seletivos. Isso deve-se ao fato de que, o estudo das palavras é a base para prosseguir em estudos gramaticais mais aprofundados, fazer uma boa escrita e principalmente interpretar corretamente um texto. 

Pensando nisso, preparamos este artigo para te mostrar tudo o que você precisa saber sobre as 10 classes gramaticais e como usá-las corretamente. Se liga! 

Créditos: VadimVasenin/ depositphotos

As 10 classes gramaticais 

1. Substantivo 

O substantivo tem a função de designar os seres, isto é, trata-se de qualquer palavra que nomeia algo. Tudo o que vemos, sentimos, ouvimos e imaginamos podem ser considerados substantivos, portanto que estejam precedidas de um artigo. Exemplos:

  • O gato da minha vizinha é muito fofo! 
  • Durante a viagem observei muitas árvores
  • Juliano está cansado. 
  • Vamos comer hambúrguer lá no shopping?

O substantivo varia em gênero (masculino e fêmino), número (singular e plural) e grau (comparativo e superlativo).

2. Adjetivo

O adjetivo é toda palavra que caracteriza um substantivo, ou seja, atribui defeitos, qualidades, características, estado, condição etc. 

  • Seu comentário sobre o filme foi muito bom
  • A capa do caderno é azulada
  • Estamos muito tristes com a notícia. 
  • Ele é paulista

O adjetivo pode aparecer antes ou depois do substantivo, e possui flexões de gênero, número e grau.  

3. Verbo 

O verbo serve para indicar uma ação, uma situação ou estado. Pode ser flexionado em pessoa (primeira, segunda e terceira), número (singular e plural), modo (indicativo, imperativo e subjuntivo), tempo (presente, pretérito perfeito, pretérito imperfeito, pretérito mais-que-perfeito, futuro do presente, futuro do pretérito), e voz (ativa e passiva). Se liga nesses exemplos:

  • Ele reagiu ao assalto. 
  • Estou muito cansada. 
  • Fui ao mercado ontem. 
  • Havia muitas atividades na plataforma. 

4. Advérbio 

O advérbio acompanha o verbo com a função de modificar o seu sentido. Pode ser classificado como advérbio de lugar, tempo, modo, intensidade, dúvida, afirmação, negação e interrogativo, de acordo com a circunstância em que está inserido. Veja alguns exemplos: 

  • Ela nunca ligou para política. 
  • Já fizemos bastante coisa hoje! 
  • Eles possivelmente irão estudar. 
  • O show estava tão lotado! 

5. Artigos 

O artigo antecede o substantivo para determiná-lo de forma geral ou particular. Dessa forma, existem duas classificações, os artigos definidos, utilizados para particularizar algo, e os indefinidos, abordam o sujeito de forma generalizada. 

  • A televisão estragou. 
  • Eu vi o professor de biologia. 
  • Um dia poderemos nos encontrar. 
  • Sabrina convidou uns amigos para a sua festa. 

6. Conjunção 

As conjunções são palavras invariáveis que estabelecem a ligação de termos. Há diversos tipos de conjunções, que são classificadas de acordo com o contexto inserido, como: causais, consecutivas, comparativas, conformativas, concessivas, condicionais, proporcionais, finais e temporais. 

  • Quero que você venha aqui! 
  • Fui até a casa dela, mas ela não estava lá. 
  • Henrique e Fernando são grandes amigos! 
  • Chover ontem, logo as ruas estão molhadas. 

7. Interjeição 

As interjeições expressam sentimentos e estados emocionais. Normalmente, aparecem seguidas de pontos de exclamação ou interrogação. Seu significado é identificado de acordo com o contexto em que estão sendo expressadas e a entonação com que está sendo pronunciada. 

Elas são classificadas em interjeições de advertência, alegria, alívio, animação, aprovação, dor, dúvida, espanto, desejo, impaciência, medo, saudação, silêncio, surpresa, desaprovação, concordância e apelo. Veja alguns exemplos:

  • Bravo! Que apresentação maravilhosa! 
  • Ei, venha aqui! 
  • Parabéns! Sabia que iria conseguir uma vaga no vestibular! 
  • , bicho! 

8. Numeral 

Os numerais têm a função de determinar a quantidade e a ordem dos elementos. Alguns deles são: um, dois, três, quarenta, cinquenta, primeiro, segundo, décimo, meio, metade, um terço, dobro, triplo, semestre, dezena, bimestre etc. Veja alguns exemplos de como eles são aplicados em frases: 

  • Carol foi a primeira a chegar na escola. 
  • Eu fui apenas uma vez no shopping essa semana. 
  • Neste semestre eu pretendo obter boas notas. 
  • Este mês faturei o dobro em minha empresa. 

9. Preposições 

As preposições são palavras invariáveis, que tem como função ligar palavras para que elas obtenham uma relação de sentido. Olha só estes exemplos: 

  • Vou à praia.
  • Entre estas opções, prefiro ir embora. 
  • Comprei pão sem glúten. 
  • Este presente é para você! 

10. Pronomes

Os pronomes servem para indicar a pessoa do discurso e situá-la no tempo e espaço sem utilizar necessariamente o seu nome. Variam em gênero, número e pessoa e são classificados em: pronome de tratamento, relativos, pessoais, demonstrativos, possessivos, indefinidos e interrogativos. 

  • Aquele livro é meu.
  • Nosso tio é bombeiro.  
  • Suas escolhas profissionais são muito assertivas. 
  • Essas são minhas amigas da faculdade. 

Por que estudar as 10 classes gramaticais? 

Quando a criança dá início a sua vida acadêmica, logo nos primeiros anos, o conceito e uso de palavras como verbo, adjetivo e substantivo, são apresentados. Ao passar dos anos, as demais classes são apresentadas e acompanham o estudante até o final do ensino médio.

Esse fato, demonstra o quanto trata-se de um estudo necessário para toda jornada acadêmica e posteriormente para mandar bem em qualquer vestibular. Pois, apesar de auxiliar o estudante a compreender os elementos que compõem uma frase ou um texto, também auxilia a expandir os estudos relacionados à gramática da Língua Portuguesa. 

Espero que esse artigo tenha te ajudado a entender o que são, quais são e a importância das 10 classes gramaticais. E para te ajudar ainda mais nos estudos, leia o nosso próximo artigo sobre onde e como estudar para o Enem de graça

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp