Quem foi: Tiradentes

2180

Quem foi Tiradentes?

Joaquim José da Silva Xavier, mais conhecido como Tiradentes, participou da Inconfidência Mineira e foi o único inconfidente condenado à morte em praça pública. Nascido em 12 de novembro de 1746, na Capitania de Minas Gerais, Joaquim José teve diversas profissões. O apelido Tiradentes veio da sua tentativa em ser dentista e atender a comunidade com seus serviços. Também tentou ser condutor de tropas de animais, mercador ambulante e minerador mas a única carreira que vingou em sua vida foi a de alferes da cavalaria de Dragões Reais de Minas, onde era subordinado da coroa portuguesa.

Sempre interessado na política brasileira e mundial, Tiradentes se uniu a autores e pensadores políticos para retirar o governador da Capitania de Minas Gerais do poder, o Visconde de Barbacena. Tiradentes se revoltou contra o governo devido às intensas extrações de minério e comercialização por preços excessivos que não beneficiavam ninguém a não ser o governo. Neste período, houve uma queda na produção de ouro e a economia ficou defasada, foi então que Visconde de Barbacena ordenou que os mineradores dessem tudo o que tinham para cobrir a falta do ouro, esse processo foi chamado de derrama.

A movimentação da Inconfidência Mineira começou em 1788 e Tiradentes foi o inconfidente mais ativo do movimento. Um dos objetivos do grupo era planejar a morte do governador para pôr um fim na exploração do minério e do povo de Minas, o que não aconteceu, pois um dos inconfidentes, José Silvério dos Reis, relatou todo o plano para o governador que ordenou a prisão de todos os inconfidentes.

Tiradentes foi o único que confessou todos os planos dos inconfidentes e por isso teve a pena mais severa possível. Ele foi condenado e executado (enforcado e decapitado) em 21 de abril de 1792 para mostrar aos súditos da coroa portuguesa que não se deveria agir contra eles.

 

Tiradentes foi herói e representou independência e liberdade para o povo brasileiro em diversos momentos da História.