Quem foi: Adolf Hitler?

10432

Quem foi Adolf Hitler?

Nascido em 20 de abril de 1889, na Áustria, Hitler foi o principal governante da Alemanha de 1933 até 1945. Ditador e líder do Nazismo durante a Segunda Guerra Mundial e do Holocausto, desencadeando mais de 10 milhões de mortes durante todo esse período.

Desde jovem, Hitler possuía grande interesse pelo nacionalismo alemão, mesmo sendo austríaco. O ditador já foi pintor e convidado à Academy of Fine Arts, porém recusou duas vezes. Tempos depois, serviu ao exército durante a Primeira Guerra Mundial onde recebeu o mérito por sua braveza em campos de batalha. Seu patriotismo alemão o levou a condenar os soldados presentes na Primeira Guerra, pois acreditava que havia uma falta de comprometimento deles ao servir o país germânico.

Após a Primeira Guerra Mundial, Hitler retornou à Munique, cidade alemã, e continuou servindo o Exército como oficial de Inteligência, monitorando as atividades do Partido dos Trabalhadores Alemães. Pouco depois, Adolf começou a fazer parte do Partido e mudou seu nome para Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães (Nationalsozialistische Deutsche Arbeiterpartei, em alemão), que teve sua abreviação para Nazi.

A suástica virou o símbolo do partido e a bandeira teve sua cor vermelha e seu símbolo branco em volta, assim como conhecemos hoje. Hitler foi ganhando seu reconhecimento por discursar contra o Tratado de Versalhes, políticos rivais, Marxistas e judeus. Em 1921, Hitler virou líder do Partido Nazi.

Adolf tinha um salão de cerveja em que aconteciam as reuniões políticas e que ajudou a atrair parceiros políticos. Um de seus “seguidores” aliados mais importantes foi Ernst Rohm, o comandante do exército paramilitar nazista Sturmabteilung, a denominada SA.

Em novembro de 1923, Adolf e a SA invadiram uma reunião pública do primeiro ministro bavário Gustav Kahr, em Munique. Hitler anunciou que a revolução nacional estava começando e portanto haveria uma nova formação de governo na Alemanha. Houve a mudança e a revolução nacional, ambas seguidas de muitas mortes. Então, Hitler foi preso e condenado a nove meses de prisão.

Durante seu tempo na prisão, Hitler se dedicou ao livro autobiográfico e político “Minha Luta”. A  primeira publicação aconteceu em 1925 e o segundo volume foi publicado em 1927. O livro foi traduzido em 11 idiomas e foram vendidas 5 milhões de cópias em 1939. Neste livro, os planos para fazer a sociedade alemã ser baseada em raças estavam todos expostos pelo ditador.

Enquanto estava no poder, Adolf Hitler oprimiu minorias como homossexuais e pessoas com deficiência, além de judeus, que eram arduamente perseguidos pelo exército nazista. Os campos de concentração eram os lugares em que esses grupos sociais eram encontrados e dificilmente estavam vivos durante todo o poder de Hitler.

Toda a sua direção política estava envolta de violência e mortes. Seus ideais políticos fascistas tiveram e têm até hoje repercussão mundial. Hitler ficou reconhecido pela sua inteligência e frieza, além de influenciar outras áreas, como a indústria, a mídia e a cultura alemã e mundial.

O fim de sua vida foi misterioso. Hitler se suicidou com sua mulher, Eva Braun, em um bunker de Berlim em 30 de abril de 1945.

COMPARTILHE
Artigo anteriorO Comportamento Alimentar do Brasileiro
Próximo artigoAprovado em Direito na UFF
Avatar
Graduanda em Comunicação Social (Estácio de Sá) e Ciências Sociais (Universidade Federal do Rio de Janeiro). Tem afinidade com a área de Ciências Humanas e é Analista de Mídia e Marketing. Ama gatos, viajar, ver séries e filmes de todos os tipos!