Por que fazer o Enem?

Entenda melhor como você pode usar o Enem ao seu favor.

1146

    O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) passou a ser peça fundamental para aqueles que desejam ingressar no nível superior. Instituições de Ensino Superior públicas e privadas consideram a nota do Enem nos seus processos seletivos. Além disso, a pontuação pode ser utilizada para tentar uma bolsa total ou parcial em instituições privadas de ensino pelo ProUni, ou pode também dar a possibilidade de bolsas de estudos em universidades estrangeiras pelo programa Ciências sem Fronteiras (no momento o programa está suspenso).

Certificação

    Os interessados em realizar o Enem para obter o certificado de conclusão do Ensino Médio ou a declaração parcial de proficiência deverão atender aos seguintes requisitos: no ato da inscrição, indicar a pretensão de utilizar os resultados de desempenho no exame para fins de certificação de conclusão do Ensino Médio, bem como a Instituição Certificadora; possuir no mínimo 18 (dezoito) anos completos na data da primeira prova de cada edição do exame; atingir o mínimo de 450 (quatrocentos e cinquenta) pontos em cada uma das áreas de conhecimento do exame; atingir o mínimo de 500 (quinhentos) pontos na redação.

    Os candidatos que atendam aos requisitos necessários à obtenção do certificado de conclusão do Ensino Médio ou da declaração parcial de proficiência, então, terão os seus documentos emitidos pelas instituições certificadoras que são as Secretarias de Estado de Educação, os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia.

 SISU

    O Sistema de Seleção Unificada (SISU) é uma plataforma eletrônica coordenada pelo sisu-2015Ministério da Educação (MEC), na qual diversas instituições públicas de ensino superior disponibilizam vagas para candidatos participantes do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem).

    O processo seletivo do SISU ocorre duas vezes ao ano, sempre no início do semestre letivo. Há uma única etapa que é feita exclusivamente pelo sistema e sem a cobrança de taxas.

ProUni

    O Programa Universidade para Todos (ProUni) concede bolsas de estudo integrais e parciaisProUni em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, em instituições de ensino superior privadas. O programa usa a média do Enem, desde que ultrapasse o valor mínimo de 450 pontos. Isso quer dizer que a garantia das bolsas de estudos está diretamente vinculada ao bom desempenho do candidato no Exame.

SISUTEC

    O Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec) é o sistema informatizado, gerenciado pelo Ministério da Educação (MEC), através do qual instituições públicas e privadas de ensino superior e de educação profissional e tecnológica disponibilizam vagas gratuitas em cursos técnicos na forma subsequente para candidatos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

    O processo seletivo do Sisutec é realizado duas vezes ao ano, sempre no início do semestre letivo. A inscrição é gratuita, em uma única etapa e é feita pela internet.

Lei de Cotas

    Mediante a sansão da Lei nº 12.711, o Enem também passa a ser considerado como critério exclusivo na seleção de cotistas em universidades e instituições federais. Consta na referida lei, no mínimo 50% das vagas, em cada vestibular, deverão ser destinadas para estudantes que cursaram o ensino médio, com aprovação, em escola pública e para candidatos negros, pardos ou indígenas. Dessa forma, a metade das vagas deve ser preenchida por autodeclarados pretos, pardos e indígenas, conforme o censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de cada região. Já a outra metade será direcionada para estudantes advindos de famílias com renda igual ou inferior a 1,5 salário mínimo por pessoa.

FIES

    O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do Ministério da Educação Fies(MEC) cujo público alvo são alunos matriculados em instituições não gratuitas e com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC. Os estudantes que concluíram o ensino médio a partir do ano letivo de 2010, e que queiram solicitar o FIES, deverão ter realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) de 2010 ou ano posterior.

    Os alunos que concluíram o ensino médio anterior ao ano de 2010, deverão comprovar essa condição perante à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA), apresentando diploma, certificado ou documento equivalente de conclusão do ensino médio expedido pela instituição de ensino competente.

Como estudar em Portugal pelo Enem

    As Universidades de Coimbra (UC) e da Beira Interior (UBI) aderiram ao Enem a fim de logotipo-ubi-14-smallselecionar estudantes brasileiros para os seus cursos. A adesão ao Enem não quer dizer que os estudantes brasileiros poderão estudar nessas instituições com bolsas de estudo. Para mais informações, os interessados devem acessar as páginas criadas pelas universidades para esclarecer as principais dúvidas: Universidade de Coimbra; e Universidade da Beira Interior.

Emprego

    Algumas empresas, especialmente as que contratam estagiários, já adotam o desempenho dos candidatos no Enem como critério de seleção de funcionários. Então, aqueles que não possuem experiência profissional podem apontar em seu currículo o seu desempenho no Enem para tentar conquistar uma vaga de emprego.