Os Carnavais do Brasil

1114

O Brasil, como um país miscigenado culturalmente, possui também diversos estilos de Carnaval, já que cada região tem suas tradições e costumes. Vamos falar sobre alguns deles:

Coco Alagoano 

O Coco é um ritmo típico da região nordeste, principalmente em Pernambuco, Paraíba e Alagoas. A dança possui influência, principalmente africana, mas também indígena e é feita em pares, fileiras ou círculos, além de terem suas músicas cantadas. Hoje em dia, a dança possui traços das regiões ao qual fazem parte.

Casal dançando o Coco Alagoano

Jongo

Esta festa é oriunda do Vale do Paraíba Paulista e tem traços da cultura dos bantos, escravos das regiões do Congo e Angola que vieram trabalhar nas fazendas da região paulista. Considerado o pai do samba, o jongo influenciou muito na nossa cultura. O Jongo virou Patrimônio Cultural em 2005 pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).

Uma festa de Jongo

Frevo

O frevo é um ritmo musical e uma dança bastante conhecida no Brasil e original de Pernambuco no século XIX. O frevo foi declarado como Patrimônio Imaterial da Humanidade da UNESCO em 2012. As danças costumam ser compostas de acessórios e roupas coloridas, além de serem dançadas em grupos pelas ruas durante o Carnaval. Um dos cantores mais famosos do frevo é o Alceu Valença.

Dançarinas de Frevo

 

 

Partido Alto

O Partido Alto é um formato de samba variado do Congo, outro ritmo citado acima e que possui grande importância na formação do ritmo musical. O samba do Partido Alto é cantado com refrões e tocado por instrumentos musicais como violão, cavaquinho, pandeiro, surdo, agogô entre outros.

Roda de samba do Partido Alto

Samba de Roda

O samba de roda baiano é uma forma de preservação da cultura africana que fez parte da História do país, assim como teve influência dos portugueses, que adicionaram os instrumentos musicais com viola e pandeiro, ao ritmo. As cantigas interpretadas pelos cantores que fazem parte do Samba de Roda, costumam ser típicas e históricas. As danças costumam ser feitas em grupos em formato de roda.

Mulheres dançando durante uma festa de Samba de Roda

Zé Pereira

Este estilo de pular Carnaval é oriundo de Portugal, no século XIX. Zé Pereira é formado de foliões tocando bumbos. A festa possui uma espécie de “lenda” ou rumor, sobre um sapateiro português em meados de 1850 José Nogueira de Azevedo Paredes, que vivia no Rio de Janeiro e fez história. Em algumas fontes, dizem que esta não é a origem do nome dessa festa de Carnaval, já em outras, como livros sobre Carnaval, essa história é considerada fatídica. O que importa é que é uma festa importante para nossa cultura e costuma ser pulada no sul do país. 😉

Em festas sobre Zé Pereira (boneco de cartola e paletó), esses bonecos são comuns de estarem presentes. Eles trazem tradição para os Carnavais pelo Brasil.

Bom Carnaval! 🎉