Novo Acordo Ortográfico: Palavras Paroxítonas

Nas palavras paroxítonas, não se usa mais o acento no i e no u tônicos quando vierem depois de um ditongo.

1921

Segundo o Ministério da Educação, o acordo ortográfico visa tornar mais simples e aprimorar a língua na comunidade de países de língua portuguesa. Além disso, o governo poderá reforçar acordos de cooperação entre os países que falam português.

O acordo ortográfico unifica e possibilita mais cooperação entre os países que têm o português como idioma oficial, os quais não são poucos: Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Timor Leste, Brasil e Portugal.

Não estamos nos privando de nosso dialeto, ao contrário, estamos nos aproximando de nossos irmãos de língua e excluindo as barreiras culturais existentes entre os países.

Vamos a mais uma regra, desta vez, sobre Palavra Paroxítonas:

Nas palavras paroxítonas, não se usa mais o acento no e no tônicos quando vierem depois de um ditongo.

Como era Como fica
baiúca baiuca
bocaiúva bocaiuva*
cauíla cauila**

*  bacaiuva = certo tipo de palmeira
**cauila = avarento

 Atenção:

  • se a palavra for oxítona e o ou o u estiverem em posição final (ou seguidos des), o acento permanece. Exemplos: tuiuiú, tuiuiús, Piauí;
  • se o ou o u forem precedidos de ditongo crescente, o acento permanece. Exemplos: guaíba, Guaíra.

Veja as outras regras aqui.