Max Planck e a Teoria Quântica

979

Uma das portas que abrem a física moderna é a teoria quântica, que apresentam inúmeros percussores, desde Heinrich Hertz (1857 – 1894), o primeiro a observar o Efeito Fotoelétrico, até Albert Einstein (1879 – 1955), o famoso físico que utilizou termos quânticos para explicar o Efeito Fotoelétrico. Contudo, o título de pai de toda Teoria Quântica se dá ao alemão Max Karl Ernst Ludwig Planck, ou apenas Max Planck (1858 – 1947), ganhando inclusive um Nobel de Física (1914) pela contribuição nessa área.

Já foi abordado que havia uma luta teórica entre Newton e Huygens com relação a natureza da luz. O primeiro apontava a ela uma característica corpuscular, já o segundo uma característica ondulatória. Mesmo Young, por meio do experimento da Fenda Dupla, provado a característica ondulatória da luz, nada de fato inviabilizou a sua característica corpuscular. Contudo, o Efeito Fotoelétrico comprova o mesmo, tal como Einstein propôs que toda radiação Eletromagnética é quantizada. Estas são formadas por pequenos quantums (“pacotes”) de energia denominados fótons. As teorias elaboradas por Einstein só foram possíveis por conta dos estudos anteriores de Planck. A Equação de Planck (ou Equação de Planck – Einstein) a seguir, proposta pelo mesmo é a base de toda Física quântica.

Essa equação define que qualquer radiação eletromagnética está associada a uma determinada energia. Ela serviu de base para provar vários aspectos como a Teoria da Relatividade de Einstein e, inclusive na química, no Princípio de Bohr, no que tange aos níveis quantizados de energia do átomo.

Sabendo que:

Esta última equação, proposta pelo físico francês Louis De Broglie (1892 – 1987), é a que deu início a todo o estudo acerca das Ondas de Matéria, um enorme marco da física quântica, levando inclusive na elaboração de um modelo atômico.

A equação de Planck abriu portas pra Einstein, De Broglie, Niels Bohr, Schroedinger e tantos outros. Ser o percursor de uma teoria que revolucionou o estudo científico e tecnológico é algo que apenas Max Planck conseguiu.