TRI: Entenda como funciona o método de correção do Enem

7093

Muitos candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ainda não conhecem o sistema adotado pelo Inep para corrigir e classificar a pontuação das questões do exame. O TRI (Teoria de Resposta ao Item) é o método usado para se calcular a pontuação dada a cada questão da prova. Nesta matéria, vamos te explicar como ele funciona.

Se você fizer uma prova com 10 questões e acertar 7 delas, normalmente sua pontuação seria 7, certo? Não para o Enem. A pontuação final dada a prova do Enem parte das premissas do TRI, que calcula a pontuação de cada questão de acordo com o nível de dificuldade. Ou seja, questões mais fáceis, comumente terão valores de pontuação menores e questões mais difíceis, maiores.

Mas como o Inep determina o nível de dificuldade de cada questão? Este processo só acontece durante a correção dos cartões-reposta do Enem. Funciona da seguinte forma: as questões que possuírem um maior índice de acertos entre os candidatos serão classificadas como questões mais fáceis e, nesta mesma lógica, terão um valor menor entre as demais. Já as questões que obtiverem um índice de acerto menor, terão uma pontuação maior na hora do cálculo da nota final.

shutterstock_392771923

Portanto, não fique espantado caso o seu amigo que tenha acertado menos questões que você, tire uma nota no Enem superior a sua. Isto é muito comum, já que o Enem não segue o método de correção tradicional que você deve estar acostumado a ver na escola.

Para obter uma boa nota na prova do Enem, é muito importante acertar o maior número de questões possíveis. Entretanto, o segredo para ficar entre os primeiros também é acertar as mais complexas e que exijam mais dos candidatos, pois, ao garanti-las, pode ser uma boa vantagem para aumentar a sua pontuação final.

Dica: 

Nunca deixe respostas em branco! Uma reposta certa sempre valerá mais do que errar ou não responder. Portanto, por mais que o sistema identifique um chute e isso possa interferir na nota, sempre vale mais um acerto casual do que uma resposta em branco.

Quer saber mais sobre a TRI, acesse a nota técnica oficial do MEC clicando aqui.