Dicas para aproveitar o TRI durante a prova

1139

A prova do ENEM possui sua singularidade, além de suas abordagens, no seu método de correção: Teoria de Resposta ao Item (TRI). Muitos vestibulandos vão para a prova sem saber como funciona essa metodologia, que é realmente muito complicada e envolve cálculos matemáticos muitos aprofundados. No entanto, mesmo não indo mais a fundo no assunto, podemos entender de uma maneira geral como aproveitar o TRI e como ele funciona e, por isso, criamos um guia para o aluno se aproveitar dele durante o ENEM.

1. Para que serve o TRI?

Como o ENEM é uma prova nacional, o número de acertos poderia ser muito igual em quaisquer proporções no Brasil, logo, teríamos muitos empates na hora de se inscrever no SISU, por exemplo. Por isso, a banca do Inep decidiu avaliar a regularidade do aluno, ou seja, o TRI medirá sua regularidade durante a prova. Caso você acerte as questões mais difíceis e erre as mais fáceis, isso não será computado positivamente e sua nota tenderá a cair.

2. Não perca tempo demais em uma questão

Bem, se você chegou até aqui, temos certeza que você está preparado para a prova. No entanto, o ENEM sempre possui algumas questões que quebram a cabeça até mesmo dos nerds, não é verdade? Mas tenho uma boa notícia: não se preocupe com essas questões! Como elas são mais difíceis, ela terá menos acertos e a banca irá considerar menor valoração a ela, ou seja, valerá menos. Logo, é importante que o vestibulando saiba pular essas questões e deixá-las para o final da prova.

3. Dedique-se ao máximo a questões simples

Eu não disse “fácil”, eu disse “simples”. Questões simples, como de textos curtos, tabelas e desenhos costumam não demandar tanto esforço de análise e possuem níveis de acertos altos. É nessas questões que você tem que dar o máximo de si.

4. Comece pelas áreas que você domina

As notas TRI das áreas que envolvem a sua futura profissão são as mais decisivas na sua nota de corte final. Logo, é importante que você dedique seu período de maior atenção a elas. No início da prova seu cérebro estará mais calmo e menos cansado e é importante que você aproveite esse tempo para alavancar sua nota de corte.

5. É importante acertar as difíceis também, tá bom?

Essa talvez seja a dica mais importante! Alguns alunos costumam encarar o TRI como uma desculpa para errar as difíceis. Nananinanão. O que é medido é a sua regularidade, não sua eficiência. Acertar algumas difíceis junto com as medianas e fáceis é fundamental para alavancar sua nota também, por isso a dica inicial de deixar-las para o final. Para o final!! Não para ignorar!

Boa prova!

Se inscreva nos aulões de véspera Esquenta ENEM 2018