Debates atuais em Sex Education

Conheça a série britânica que tem levantado diversos debates ao redor do mundo

2847
Postado: 30 de janeiro, 2020
sex education

Há duas semanas foi lançada a segunda temporada de Sex Education, série inglesa produzida pela Netflix. A nova trama mal estreou e já conta com mais de 90% de aprovação do público, principalmente dos mais jovens. Um dos segredos para o sucesso de Sex Education é a quebra de tabus que tem gerado diversos debates, tendo em vista que a série trata de maneira responsável e bem humorada questões como sexualidade, padrões sociais, drogas e preconceito. Nesse sentido, se você está procurando expandir seu repertório cultural e de quebra ainda refletir sobre sua própria juventude, essa a série pode ser muito enriquecedora.   

sex education

Sobre a série:  

Sex Education conta história de Otis (Asa Butterfield), um jovem inseguro e tímido, que sabe de tudo sobre sexo graças sua mãe Jean (Gillian Anderson) uma terapeuta sexual. Após ajudar e aconselhar alguns colegas com em relação a questões sexuais, Otis com o apoio de seu melhor amigo Eric (Ncuti Gatwa) e da rebelde Maeve (Emma Mackey) decide montar uma espécie de consultoria sobre educação sexual, dentro da própria escola, que se populariza rapidamente.  

3 debates importantes de Sex Education: 

Pressão e sonhos 

Sex Education tece algumas críticas a respeito da pressão que muitos pais colocam em seus filhos. Isso é visto através da história do personagem Jackson, que é um dos mais importantes nadadores da equipe da escola, mas que se vê incompleto no esporte. No entanto, suas mães apostam muito em seu sucesso, e a pressão que o jovem sente cresce progressivamente. Para não decepcionar sua família, Jackson toma medidas extremas e começa a se machucar para não ter que competir e assim poder seguir seus verdadeiros sonhos. Isso nos leva a refletir sobre como muitos pais mesmo sem intenção suprimem os sonhos e vontades de seus próprios filhos, fazendo com que seus filhos se sintam frustrados e infelizes.  

Saúde e educação sexual 

Após um surto de clamídia na escola em que Otis e seus amigos estudam, é posto em evidência o quanto muitos jovens não tem conhecimento sobre métodos de prevenção de DSTs. Por muitos estudantes acharem que clamídia era transmitido pelo ar, um caos se instala no colégio, mostrando o quão importante é a educação sexual nas escolas, pois ela nos permite nos conhecer nossos próprios corpos e buscar ajuda profissional caso algo esteja fora da normalidade, evitando assim o desespero e o nervosismo.  

Assédio e sororidade 

Talvez uma das cenas mais tristes e angustiantes da segunda temporada de Sex Education seja a de assédio sofrido pela personagem Aimee. A jovem ao descer do ônibus percebe que um homem ejaculou em sua calça, mas trata o caso como se não fosse algo grave e, só com muita insistência, ela vai à delegacia denunciar o ocorrido. No entanto, com o passar dos dias, ela começa a sentir medo de entrar no ônibus, mas Maeve e um grupo de meninas mostram que Aimee não está sozinha, passando a acompanhá-la no transporte. A cena ficou muito famosa nos últimos dias e mostra o quão importante é a sororidade feminina na luta contra as opressões diárias, tendo em vista que casos como esse, acontecem frequentemente na vida real, e muitas vezes as vítimas não tem coragem nem apoio para fazer uma denúncia.   

 

Por fim, Sex Education é o tipo de série que retrata de maneira consciente a transição da adolescência para a fase adulta, mostrando questões reais que rodeiam essa fase da vida. Além disso, vale frisar que, debates a respeito da assexualidade, estereótipos, amizade, aceitação e religião também são discussões presentes na trama, vale a pena conferir!