Crise de 29 para o Enem 2018

2621

A Grande Depressão ou Crise de 1929 foi uma crise econômica que começou no ano de 1929 e perdurou até 1930, ano do início da Segunda Guerra Mundial. O cenário principal desta crise foi os Estados Unidos da América. Porém, diversos outros países foram atingidos pela depressão econômica: Alemanha, Canadá, Austrália, França, Itália, entre outros. Esse assunto é muito importante para o Enem 2018 e outros vestibulares, vamos ver a seguir.

O que aconteceu

Durante a crise, tudo foi muito drástico economicamente: desempregos excessivos, queda do produto interno bruto de diversos países, produção industrial e preços de ações despencaram. A Grande Depressão teve repercussão mundial.

Como aconteceu

No meio do ano de 29, a indústria americana já apresentava problemas de degradação financeira, porém no dia 24 de outubro, as ações da bolsa de valores de Nova Iorque (New York Stock Exchange) caíram de forma absurda e drástica na Terça-Feira Negra, termo pelo qual este dia fatídico ficou conhecido. Resultado disto foi o prejuízo imensurável dos acionistas e o começo da queda de desempregos e sucessivas questões financeiras, inicialmente nos Estados Unidos e posteriormente no mundo.

 

Quais foram os efeitos

Os efeitos atingiram o mundo inteiro, o PIB mundial caiu em média 15% do total, o que foi consideravelmente radical. Em 1933, o presidente dos Estados Unidos, Franklin Roosevelt criou, junto de economistas americanos, o New Deal como uma forma de reparo econômico em função do liberalismo. Com o New Deal, o Estado teria participação direta na economia. Entre alguns reparos, estava o Estado como o controlador de investimentos em setores básicos da indústria, a criação de políticas de emprego, entre outras questões político-sociais. Este meio de reforma foi eficiente até meados de 1970, quando uma nova formação do liberalismo começou a tomar o espaço econômico.

Na aula do Foca nas Humanas sobre Crise de 29 e Liberalismo Econômico terá muito mais sobre esse assunto! 🙂