Conheça o curso de Economia

1013

O que faz

A graduação em Economia permite a formação de um profissional capaz de atuar na análise e avaliação da produção, da distribuição e do consumo de bens e serviços. O economista desenvolve planos para solucionar problemas financeiros, econômicos e administrativos em empresas do comércio, de serviços, na indústria ou no setor financeiro.

Este profissional pode atuar em empresas de grande ou médio porte, em entidades privadas, institutos e órgão municipais, estaduais e federais. Em alguns casos, o economista pode ser um dos principais gestores de uma empresa ou instituição.

Perfil Profissional

Aquele estudante que tem interesse no curso de Economia deve, antes de tudo, estar familiarizado com cálculos e números, já que tanto durante a graduação quanto depois, na vida profissional, o contato com números é constante. Além de ter aptidão para a matemática, um bom profissional deve gostar de leitura e se manter atualizado.

shutterstock_309176171

Curso

O curso superior de Economia, também conhecido como Ciências Econômicas, tem duração média de quatro anos e é oferecido no modo bacharelado.

A grade curricular desta graduação oferece disciplinas aplicadas nas áreas de matemática financeira, estatística, econometria e outras sobre os processos de produção, uso, distribuição e acumulação de bens e riquezas. O curso também é moldado por matérias mais teóricas, que ensinam o estudante a entender as correntes do pensamento econômico e a evolução econômica e social brasileira e internacional.

Ao final do curso, os alunos podem cursar disciplinas mais aplicadas aos seus interesses, que direcionem os conhecimentos adquiridos nos primeiros semestres. Algumas instituições de ensino superior exigem um estágio para a conclusão da graduação ou um trabalho de conclusão de curso (TCC).

 Mercado de Trabalho

Com um amplo campo de atuação, um profissional formado em Economia poderá encontrar oportunidades em diversos setores, desde pequenas a grandes empresas. Nos setores privados, um economista poderá atuar na realização de estudos de conjuntura, na gestão financeira de empresas e em planejamento estratégicos. Já no setor público, um dos setores que mais contrata economistas, ele poderá atuar em diversos órgãos como ministérios, agências reguladoras, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e Banco Central.

shutterstock_241378528

Além disso, um economista também pode atuar na área da educação, se dedicando a carreira acadêmica em instituições de pesquisa e ensino superior.

Principais áreas de atuação

  • Auditoria
  • Comércio Internacional
  • Economia Agroindustrial
  • Economia Ambiental
  • Mercado Financeiro
  • Perícia
  • Pesquisa
  • Planejamento Estratégico
  • Políticas Públicas

Onde estudar Economia? 

Veja as melhores universidades que oferecem o curso de Economia de acordo com o Guia do Estudante:

  • Universidade Católica de Brasília – UCB
  • Universidade de Brasília – UNB
  • Universidade Federal de Goiânia – UFG
  • Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG
  • Universidade Federal de Juiz de Fora – UFMG
  • Universidade Federal de Uberlândia – UFU
  • Universidade Federal do Pará – UFPA
  • Universidade Federal de Pernambuco – UFPE
  • Universidade Federal do Paraná – UFPR
  • Fundação Getúlio Vargas RJ – FGV
  • Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais – IBMEC RJ
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – PUCRJ
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUCRS
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS
  • Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC
  • Universidade de São Paulo – USP
  • Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUCSP