Conceitos de genética importantes para o ENEM

382
Genética



Genética costuma ser um tema bem recorrente no ENEM e quem vai fazer o exame esse ano não pode deixar de lado esse assunto!

Por isso, preparamos para vocês um resumo com alguns conceitos que vocês precisam dominar para poder mandar bem em qualquer questão que apareça sobre esse tema. 

    • Gene: segmento de DNA que contém a informação genética que vai determinar uma característica.
    • Cromossomo: sequências da molécula de DNA espiralada, que contém genes e nucleotídeos. 
    • Cariótipo: conjunto de cromossomos de uma espécie.
    • Locus gênico: local que um gene ocupa em um cromossomo.
    • Cromossomos homólogos: pares de cromossomos herdados do pai e da mãe que possuem informações genéticas semelhantes.
    • Cromossomos sexuais: formam um par com componentes diferentes em células masculinas e femininas. 
    • Cromossomo autossômico: formam pares idênticos nas células femininas e masculinas. 
    • Genes alelos: genes que ocupam o mesmo locus gênico em cromossomos homólogos.
    • Alelos múltiplos: acontece quando dois genes possuem mais de duas formas alélicas, o que acontece é que mais de dois alelos determinam um caráter. 
    • Alelos letais: quando alelos podem causar a morte do seu portador.
    • Genes recessivos: só se expressam em homozigose (ex: aa).
    • Genes dominantes: se expressam em homozigose e heterozigose (ex: Aa, AA).
    • Genótipo: conjunto de genes que existem nas células dos indivíduos.
    • Fenótipo: manifestação do genótipo, pode ser influenciada por fatores externos, como por exemplo, o meio ambiente. 
    • Homozigoto: genes iguais para um par de genes alelos.
    • Heterozigoto: genes diferentes para um par de genes alelos.
    • Célula haploide: apenas um conjunto cromossômico (n). 
    • Célula diploide: dois conjuntos cromossômicos (2n).
    • Euploidia: alteração cromossômica numérica, sendo diminuição ou aumento, onde todo genoma é afetado e não apenas um ou mais cromossomos. ( A euploidia não ocorre em humanos, e quando ocorre é incompatível e o feto acaba sofrendo um aborto, porém é muito comum na natureza, temos a poliploidia em frutas, onde o morango, por exemplo é octoploide)

 

  • Aneuploidia: alteração cromossômica numérica, sendo aumento ou diminuição e afeta um ou mais cromossomos ( ex: Síndrome de Down). 
  • Epistasia: quando um par de alelos presente em um gene inibe a ação de alelos em outro par. O gene que exerce função inibitória é chamado de epistático e o que é inibido é hipostático ( ex: epistasia dominante: plumagem em galinhas; epistasia recessiva: pelagem de camundongos). 
  • Pleiotropia: quando um par de genes alelos determinam o aparecimento de várias características (ex: Síndrome de Marfan).

 

  • Codominância: quando heterozigotos expressam ambos os alelos de um gene ao mesmo tempo, causando um fenótipo intermediário (ex: cor de flores; sistema ABO).

Após a leitura, tentem pegar u;ma folha em branco e anotar o máximo de conceitos que vocês conseguem lembrar, essa é uma ótima forma de estudar e gravar essa parte da matéria. 

Continue acompanhando nossas dicas e conheça nossos cursos clicando aqui!