Como estudar redação com 8 dicas incríveis

como estudar redação- estudante amassando folhas de papel.

Você, estudante, que está se preparando para o Enem, revisando diversas áreas do conhecimento e fazendo diversas questões, sabe como estudar redação? 

Pois é, a redação é uma das partes mais importantes da prova. Tanto por ser a única área em que o estudante consegue alcançar a nota máxima quanto por fazer um grande diferencial na nota final do exame. Por isso, ela merece uma atenção toda especial! 

Pensando nisso, neste artigo, separamos 8 dicas incríveis de como estudar redação para ajudar você a alcançar resultados excelentes no Enem! Bora conferir?  

Créditos: minervastock/ depositphotos 

Como estudar redação? 

1. Conheça os critérios avaliativos 

Quando se faz uma redação em algum processo seletivo, é imprescindível ter em mente que ela será corrigida sob alguns critérios avaliativos específicos. Assim, para alcançar uma boa pontuação, o texto deve estar em conformidade com essas normas avaliativas.

Na prova do Enem, por exemplo, existem 5 competências cobradas pela banca de correção. São elas: 

  • Competência 1 – ter domínio da escrita formal da Língua Portuguesa;
  • Competência 2 – compreender o tema e não fugir do que é proposto;
  • Competência 3 – saber selecionar e organizar informações e argumentos em defesa de um ponto de vista;
  • Competência 4 – ter conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação;
  • Competência 5 – elaborar uma proposta de intervenção respeitando os direitos humanos.

Dessa forma, sabendo quais pontos serão observados durante a correção, é possível, durante o estudo, se atentar e desenvolver cada uma das competências. 

2. Desenvolva seu repertório sociocultural 

Em processos seletivos, normalmente, a redação é dada da seguinte forma: apresenta-se um tema sobre algo atual e relevante e alguns textos de apoio para orientar o participante.

A partir disso, o estudante deve produzir um texto sobre o assunto proposto e inserir novas informações e argumentos pertinentes em defesa do seu ponto de vista.

Para que seja possível discorrer sobre o tema, é necessário ter algum conhecimento sobre o conteúdo abordado ou alguma informação de outras áreas que se relacione e apresente sentido para a construção da argumentação. Por isso, possuir um vasto repertório sociocultural é tão importante. 

Dá uma olhada em algumas formas que podem te ajudar a enriquecer seu repertório: 

  • assistir filmes e séries de diferentes gêneros;
  • ler diversos livros (romance, biografias, históricos, aventura etc);
  • assistir documentários; 
  • participar de grupos de debates;
  • fazer novas amizades; 
  • conhecer novos lugares;
  • ler sites de notícias. 

3. Desenvolva o hábito da leitura 

Como já vimos na dica anterior, a leitura colabora para o enriquecimento do repertório sociocultural. Mas, além disso, a leitura te ajuda a se familiarizar com diferentes tipos e estruturas textuais, reconhecer erros gramaticais e expandir o seu vocabulário. 

Um bom leitor, normalmente, também é um bom escritor. Por isso, separe um tempo da sua rotina para se dedicar à leitura. 

4. Estude gramática 

Por vezes, o estudante sabe o tema, possui um vasto vocabulário e repertório, porém, não consegue estruturar a redação ou escrever as sentenças de maneira correta por falta de conhecimento da gramática.

Logo, uma das dicas para saber como estudar redação, é estabelecer horários no seu cronograma de estudo para estudar a Língua portuguesa. 

Conteúdos como regência verbal, uso dos conectivos, ordem direta e indireta, concordância verbal e nominal são fundamentais para conseguir escrever um bom texto. 

5. Treine redação com diversas propostas   

Uma coisa é certa:nós só ficamos bons em algo através da prática e repetição. Por isso, uma dica indispensável é treinar redação e, melhor ainda, se desafiar a escrever diferentes propostas.

Isso irá te auxiliar a compreender a estrutura da redação em si, e assim você poderá ter um “esqueleto de redação”, ou seja, independentemente do tema, você conseguirá seguir a mesma disposição de parágrafos. 

Além disso, praticar com diferentes propostas irá estimular sua criatividade, senso crítico e argumentação sobre diversas áreas e, consequentemente, você também 

estará expandindo seu repertório sociocultural. 

6. Tenha em mente algumas citações 

No Enem e em outros exames, citar pensamentos de grandes autores, filósofos, cientistas etc, é muito importante, pois demonstra grande conhecimento sobre o assunto. 

Por isso, a dica é memorizar algumas citações e alusões históricas chaves, ou seja, que se encaixam em vários temas, para serem usadas na hora de escrever a redação. 

Você pode decorar uma citação relacionada à saúde, outra à educação e mais uma ao meio ambiente. Pois, dessa forma, você poderá adaptá-las, caso o tema seja algum tópico de uma dessas áreas. 

7. Controle seu tempo 

Saber como estudar redação não é apenas estudar a escrita, mas também entender as técnicas que serão aplicadas enquanto se escreve. Uma delas é saber controlar o tempo, dividindo-o entre fazer a redação e resolver as questões objetivas. 

Por isso, cronometre o tempo que você leva para escrever uma redação e vá calculando quanto tempo será preciso se dedicar a ela na hora da prova. 

8. Leia redações com nota máxima 

Ler redações que obtiveram nota máxima também é uma ótima dica. Pois você poderá ver o que aquele determinado participante fez, como atendeu cada competência e como estruturou sua argumentação para alcançar um bom resultado. 

Logo, procure essas redações e as utilize como material de estudo. No blog da Imaginie, por exemplo, são postadas várias  redações no #desafiovem1000 com os comentários dos corretores. Dá uma conferida! 

Curtiu saber como estudar redação? Esperamos que essas 8 dicas te ajudem nos estudos! 
E se você está estudando para o Enem, que tal ler nosso artigo sobre a nova plataforma Enem, que reúne soluções tecnológicas para preparação de estudantes de todo Brasil? Confere lá!

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp