As lentes e o estudo da refração

Entenda como a teoria da refração é observada nas lentes

386
Postado: 6 de julho, 2020
lentes

O estudo de Óptica é fundamental para os vestibulandos, pois o assunto é recorrente em provas, principalmente o ENEM. Dentro desse assunto, existem os conhecidos fenômenos ópticos que tratam do resultado entre a interação da luz com uma matéria. Dentre os tipos de fenômenos temos a refração e a importância da sua teoria nas lentes, que variam de óculos até lunetas.

Antes de tudo, recapitulemos um pouco sobre o que é a refração. A refração é a mudança da velocidade da onda ao atravessar dois meios. Apesar da ideia parecer estranha, os exemplos ajudam a esclarecer como o fenômeno funciona. Se pegarmos o exemplo mais famoso, o do lápis em um copo de água, vemos como a imagem do lápis se deforma ao entrar em contato com a água. Isso acontece por conta da propagação da velocidade da luz e do índice de refração da água, que é maior que o do ar, por isso temos mais “deformação” na água.

lentes

Agora, trataremos das lentes que são utilizadas em inúmeros exemplos cotidianos. As lentes, fabricadas em vidro, funcionam através da refração e seu índice para aproximar a imagem ou se afastar sem que o foco seja reduzido. Esse objeto tem dois tipos: convergentes e divergentes.

As lentes convergentes, como o próprio nome sugere, concentram seus raios de luz em um ponto específico – ponto esse conhecido como foco. Além disso, a imagem do ponto focal deste tipo de lente pode ser projetada em uma parede ou tela, por isso que existem lentes convergentes em projetores. Ademais, é muito utilizada em telescópios, lunetas, faróis de carro, etc.

O segundo tipo de lente, as divergentes, faz o oposto das convergentes, pois os raios de luz divergem, ou seja, não se encontram em um ponto após passarem pela lente. Este tipo de lente é utilizada em óculos, para que uma pessoa com miopia consiga ver objetos distantes através do objeto.

Por fim, já notaram que dá pra queimar uma folha com uma lupa utilizado os raios solares? Isso acontece porque a lupa é uma lente convergente e ao fazer com que os raios solares passem pela lente, eles focarão em um ponto e com isso queimarão a folha no ponto específico.

Gostou das dicas? Acompanhe o Blog do QG, clicando aqui e, caso física seja relevante em sua nota do ENEM, confira o Combo Super Medicina & Saúde do QG do ENEM, pois tratamos sobre esses assuntos mais aprofundadamente e você ainda terá direito a correções de redação e curso de questão. Clique aqui para saber mais!