Aquecimento Global: mito ou fato?

Venha entender o debate atual sobre o fenômeno;

1488
Postado: 12 de dezembro, 2019
aquecimento global

O aquecimento global é um dos fenômenos mais conhecidos e muito popular na atualidade e que cada vez mais vem sendo debatido. Por sua vez, ele se trata da elevação da temperatura média da Terra. Entretanto, ele é bem polêmico na comunidade científica, porque existem várias discordâncias sobre suas causas e até mesmo sobre sua existência. Fica sempre a dúvida: é mito ou fato?

As correntes científicas:

  1. Existe e a culpa é nossa:

A corrente mais famosa na comunidade científica e mais conhecida pela população é a que diz que o aquecimento global existe e é causado por ações antrópicas, ou seja, pelo homem. Essa corrente é a que tem o maior consenso na comunidade, chegando a um número de cerca de 97% dos pesquisadores de clima aderindo a essa corrente. Os argumentos são de que o homem, desde a Primeira Revolução Industrial, vem interferindo diretamente sobre o clima, e isso por meio da emissão dos chamados gases-estufa, como o CO2 (gás carbônico) e o gás metano.

aquecimento global

Para entender essa causa, devemos falar sobre efeito estufa, que é um processo natural e essencial para a manutenção da vida dos seres vivos. Ele é responsável por manter a temperatura média da Terra e sem a sua atuação seria impossível haver vida, pois a temperatura ficaria abaixo de 18°C. Sendo assim, uma maior emissão dos gases-estufa causa um maior aquecimento, elevando a temperatura média da Terra. Os defensores da tese do Aquecimento Global baseiam-se em dados do IPCC, o Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas, órgão ligado à ONU (Organização das Nações Unidas).

2. Existe, mas é natural:

Em oposição com a primeira corrente, existem cientistas que afirmam que o aquecimento global realmente existe, mas é um evento/processo natural. Isso ocorreria porque o principal fator que influencia o clima da Terra seria o Sol, e não os gases atmosféricos (do efeito estufa). Dessa forma, com o aumento das atividades solares, a tendência seria o aquecimento médio das temperaturas no planeta. Essa corrente também contesta os malefícios de gases como por exemplo o CO2, e diz até mesmo que traria benefícios para para a atmosfera terrestre, porque estimula o desenvolvimento e crescimento das vegetações, e mesmo que fosse danoso, não teria impacto, por sua concentração ser muito baixa.

3. Não existe:

Essa é a corrente mais radical e a menos aderida de todas, pois acredita que o aquecimento global é apenas uma teoria que nunca foi provada, e foi criada como uma estratégia dos países desenvolvidos para evitar o aumento do consumo e do padrão de vida do mundo subdesenvolvido, envolvendo também outras questões políticas e que não possuem uma real validade científica. Inclusive, afirmam que a Terra possa se resfriar nos próximos anos, porque a atividade solar é cíclica. Dessa maneira, durante o período em que ela é mais intensa, as temperaturas aumentam e, quando a atividade solar diminui, as temperaturas abaixam, o que deveria ocorrer daqui a 20/30 anos.

Eaí, no que acreditar?

Atualmente, afirmamos que o aquecimento global não é um mito, pois existem provas que comprovam esse fenômeno. Segundo o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), a temperatura global média aumentou em 0,85 graus Celsius de 1880 a 2012. Cada uma das últimas três décadas foi mais quente do que todas as anteriores desde 1850. Além disso, o gelo do Ártico está derretendo, o nível do mar aumentou, corais estão morrendo (branqueamento de corais- doença causada por água quente demais, que deixa o coral branco e pode matá-lo de fome). O nível de gás carbônico em maio de 2019 foi de 414,7 partes por milhão (ppm) — maior marca registrada desde 1958. Existem mais outras provas que mostram que de fato o planeta está aquecendo.

É válido ressaltar também que, sim, o clima está de fato mudando desde que a Terra existe, entretanto, a mudança climática dos últimos 50 a 150 anos ocorre muito mais rápido do que quaisquer outras fases de aquecimentos conhecidas na história recente do nosso planeta. Isso faz com que a Terra não consiga se adaptar a tais mudanças, porque provavelmente elas não são eventos naturais. Ademais, é importante enfatizar também que poucos graus a mais fazem sim diferença, e isso é o que preocupa a comunidade científica.

Conclusão:

Mesmo havendo mais comprovações hoje de que o aquecimento global existe e nós que o causamos, é sempre bom manter um debate aberto, é claro, com embasamento e argumentos coerentes. Entretanto, mesmo com esse debate ainda rolando, o que sabemos hoje é que esse fenômeno infelizmente não é um mito. O aquecimento global é um assunto sério e ele anda sendo muito fortificado justamente pelos dados alarmantes que ele vem apresentando nos últimos anos. Devemos encarar as mudanças climáticas como uma pauta importante e levar a comunidade científica a caminho de soluções para as consequências que iremos sofrer nos próximos anos, para tentar ao máximo reverter esse cenário.