A Educação no Brasil

568

A educação é uma das dimensões essenciais na evolução do ser humano, pois nos instrumentaliza culturalmente, capacita-nos para diferentes mudanças. É o ponto X do desenvolvimento social. Sem ela, até mesmo as sociedades mais avançadas retornariam ao estado primitivo em pouco tempo. Ela oferece uma base de conhecimento para todas as pessoas. Por isso separamos alguns tópicos importantes sobre a educação que foram debatidos ao longo deste ano de 2016:

Base Nacional Comum Curricular
De acordo com dados disponibilizados pelo MEC (Ministério da Educação), a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) vai deixar claro os conhecimentos essenciais aos quais todos os estudantes brasileiros têm o direito de ter acesso e se apropriar durante sua trajetória na Educação Básica, ano a ano, desde o ingresso na Creche até o final do Ensino Médio. Com ela, os sistemas educacionais, as escolas e os professores terão um importante instrumento de gestão pedagógica e as famílias poderão participar e acompanhar mais de perto a vida escolar de seus filhos.

O Enem será Reformulado?

enem_post
Clique na imagem para ler a matéria.

Desde sua criação, em 1998, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) passou por diversas transformações, mas, aos 18 anos, vive suas crises existenciais. Especialistas em Educação apontam que o Enem é um importante recurso de promoção do acesso ao ensino superior, contudo indicam que o exame precisa avaliar outras competências além do conteúdo das disciplinas, ou seja, deve levar em consideração o cotidiano dos candidatos.

Reforma do Ensino Médio

mec_em_post-696x696
Clique na imagem para ler a matéria.

Com a aprovação da Medida Provisória haverá o aumento da carga horária anual de 800 para 1400 horas e o currículo será organizado por áreas de conhecimento. Atualmente, o currículo é composto por 13 disciplinas e a previsão é que passe a ser dividido por Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza e Ciências Humanas. (…) Contudo, o texto da MP aponta o ensino de Língua Portuguesa, Inglesa e Matemática como obrigatórios nos três anos do Ensino Médio e colocar Arte e Educação Física como componentes apenas da Educação Infantil e do Ensino Fundamental.

Escola sem Partido
Criado por membros da sociedade civil em 2004, o programa é uma reação contra práticas no ensino brasileiro que eles consideram ilegais. Segundo Miguel Nagib, advogado e coordenador da organização, há nas escolas do Brasil o seguinte quadro: “De um lado, a doutrinação política e ideológica em sala de aula, e de outro, a usurpação do direito dos pais dos alunos sobre a educação moral e religiosa dos seus filhos”, explica.

Ao nos depararmos com o atual contexto brasileiro, percebe-se que o grande desafio é a melhoria de sua qualidade, sendo esse desafio perpassado por várias questões que serve de tema de redação para o Enem e demais vestibulares. Logo, é importante estarmos atentos aos acontecimentos sobre a Educação na atualidade.