Aniversário de Jean -Jacques Rousseau: O filósofo da Liberdade - Blog do QG do Enem

Aniversário de Jean -Jacques Rousseau: O filósofo da Liberdade

Havia mais desacordo do que harmonia entre Jean-Jacques Rousseau (1712-1778) e os outros pensadores iluministas. Enquanto, por exemplo, Denis Diderot (1713-1784) trabalhava para reunir todo o saber acumulado pela humanidade em uma enciclopédia, ele acreditava na experiência direta, na simplicidade e na intuição em lugar da erudição, defendia a primazia da emoção e afirmava que a civilização havia afastado o ser humano da felicidade.

Apesar desse desacordo entre Rousseau e os demais pensadores iluministas, o nome dele está ligado à Revolução Francesa. Dos três lemas dos revolucionários – liberdade, igualdade e fraternidade -, apenas o último não foi desenvolvido na obra de Rousseau. Os líderes da revolta como Robespierre (1758 – 1794), o admiravam com devoção.

rousseau

O princípio fundamental de toda a obra de Rousseau é que o homem é bom por natureza, mas está submetido à influência corruptora da sociedade. Segundo o pensador, a desigualdade é uma das falhas da civilização que atinge o bem comum. A desigualdade pode ser de dois tipos: a primeira se deve às características particulares de cada sujeito e a segunda é causada por circunstâncias sociais.

O primeiro tipo de desigualdade é algo normal, mas o segundo tipo deve ser eliminado porque suprime de forma gradativa a liberdade dos sujeitos. Tendo a sua liberdade suprimida, os sujeitos, nas palavras de Rousseau, perdem uma das qualidades que os definem como seres humanos.

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp