Enem é a porta de entrada de 25% dos brasileiros nas universidades

857

A Sinopse Estatística do Senso da Educação Superior de 2014, divulgado pelo portal do INEP, trouxe pela primeira vez um detalhamento sobre os alunos que entraram para a universidade através do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio ) neste ano em que a pesquisa foi baseada.

Consta-se, através das estatísticas, que o ENEM já é ferramenta de seleção de 25% dos alunos de ensino superior brasileiros, o que equivale a 1,2 milhão de ingressantes com a nota do exame.

Criado em 1998 como avaliação do ensino médio, o ENEM foi reformulado em 2009, e passou a ter características de vestibular. Das universidades federais, 74% dos novos alunos de 2014 foram selecionados por este meio. Ele também abrange para algumas universidades particulares. Em geral, as instituições públicas de ensino superior adotam o exame como modelo único de seleção, no entanto, algumas possuem seus próprios processos seletivos.

Cerca de 11% dos estudantes das universidades estaduais ingressaram através do ENEM no ano de 2014. Dados que tendem a aumentar, levando em conta que no ano passado a USP enemUniversidade de São Paulo (USP) passou a dedicar parte de suas vagas para aqueles que prestaram o exame. (Confira a matéria aqui)

Ainda neste ano, 18% dos alunos das instituições particulares de ensino superior do país entraram através do ENEM. Já nas municipais, 6% ingressaram pelo exame. No ano passado, 5,8 milhões de pessoas fizeram o exame nacional e ainda este ano o INEP deve divulgar os dados atualizados sobre esta última edição da prova.

Em 2015, as provas do ENEM estiveram mais difíceis e, segundo a equipe de professores do QG do Enem, exigiu mais preparação dos candidatos para solucionar as longas questões. De acordo com o relato nosso corpo docente, as provas de Linguagens e Códigos e a de Matemática foram as mais difíceis da história do Enem. Clique aqui e continue lendo a matéria