10 Maneiras de ser um Estudante Socialmente Ativo

1632

Muitos jovens se importam com as comunidades e bairros que vivem , por isso, querem de alguma maneira ajudar e fazer a diferença. O problema é saber por onde começar. Recolhemos 10 dicas para ajudar vocês a traçarem um objetivo e a se tornarem um estudante socialmente ativo!

  1. Faça algo que você ame

Para você realmente se engajar em uma causa, você tem que acreditar nela e saber o motivo pelo qual você resolveu lutar por ela.

  1. Seja Resiliente

Achar um grupo que te aceite ou que vá de acordo com as suas convicções pode não ser fácil. Você também pode se deparar com resistência, mas não desista.

  1. Envolva sua escola/universidade

Pode parecer complicado, mas geralmente é mais simples do que imaginamos.

  1. Não tenha medo de se envolver

Pessoas que se entregam à causa por mais de um mês, se sentem muito mais realizadas. Faça anotações das mudanças e veja em quanta coisa você conseguiu realmente fazer a diferença.

  1. Faça um diário

Você pode usar sua experiência para futuros estágios e no seu currículo. Pense na experiência num todo, como te ajudou e o que te ensinou.

  1. Use as Redes Sociaisativismo rede social

Faça barulho com a sua causa nas redes sociais. Chame as pessoas para participarem, faça uma campanha e faça contatos em tempo real.

  1. Não escolha apenas um

Você pode lutar por várias causas ao mesmo tempo. Escolha as que mais te interessam e espalhe o amor!

  1. Seja criativo

Talvez você não ache exatamente a causa social que procura. Não tenha medo de propor para alguma organização sua ideia, explicar o porquê e como você e eles vão se beneficiar com isso.

  1. Comece pelo menor

Procure organizações menores que usarão uma pequena parte do seu tempo livre. Assim, você poderá se dedicar de uma maneira que não atrapalhe o resto da sua rotina.

  1. Seja Digital

Existem aplicativos que podem te mostrar o que você pode fazer para ajudar, aplicativos que podem te ajudar a ajudar outras pessoas, e aplicativos que podem converter sua experiência do trabalho voluntário em competências para seu CV.