Você sabe como ocorre um terremoto?

0
1985

No ano de 2016, uma série de terremotos atingiu os países do Equador e Japão em magnitudes bastante elevadas na Escala Richter. No Equador, os abalos ocorridos no primeiro semestre deste ano, deixaram cerca de 650 mortos e mais de 250 mil desabrigados. Já no Japão, o prejuízo material foi maior que o número de vítimas fatais, que foi estimado em cerca de 35 bilhões de dólares destruídos pelo fenômeno sísmico.

Mas você sabe o que ocasionou os terremotos? Ou o motivo dos diferentes impactos e consequências dos abalos no Equador e no Japão? A gente te explica.

O que são as placas tectônicas?

A explicação principal por trás desses fenômenos está relacionada principalmente às famosas placas tectônicas. Essas placas são imensos blocos de rocha localizadas nas camadas mais profundas do planeta e que flutuam sobre o magma, rochas derretidas assim como a lava. O magma é fluido e está em constante movimento, fazendo com que as placas tectônicas acompanhem este movimento bem lentamente.

Resultado de imagem para placas tectônicas
Placas tectônicas

Países como o Equador e Japão estão sujeitos a grandes desastres ocasionados por terremotos devido à posição de territórios em relação a formação das placas tectônicas. Os países localizados mais próximos dos encontros entre as placas são os mais suscetíveis a sofrerem abalos sísmicos, e ambos os países estão posicionados em uma das zonas sísmicas mais ativas do mundo, o chamado Círculo de Fogo do Pacífico.

Resultado de imagem para circulo de fogo do pacífico
círculo de fogo do pacífico

As bordas das placas tectônicas são irregulares e podem se prender umas às outras, criando um ponto de tensão chamado de hipocentro. Como já explicamos, os blocos tendem sempre a se moverem no mesmo sentido, e ao longo que essa movimentação ocorre, a energia acumulada entre esses blocos também aumenta ao longo do tempo. Quando as placas se soltam, essa energia é liberada em ondas sísmicas, se propagando pelo subsolo até a superfície terrestre e causando o tremor.

Por que os impactos são diferentes?

Os terremotos que atingiram o Equador e o Japão revelaram como os países ricos são menos afetados por desastres naturais. Dentre os principais fatores que mais influenciam no impacto que um terremoto pode causar para um país, podemos destacar os tipos de construções. Países como o Japão possuem estruturas desenvolvidas especialmente para suportarem o impacto dos tremores. O que é uma realidade muito diferente em países mais pobres como o Equador, Nepal ou Haiti, cujas construções não são adequadas para áreas vulneráveis a tremores, possibilitando que os desastres sejam maiores nestes países.

Resultado de imagem para terremoto equador
Resultado do Terremoto no Equador

Além disso, países mais desenvolvidos também investem mais em pesquisas e estações sismológicas, prevendo, assim, com mais precisão quando irá ocorrer um terremoto, e também meios de comunicação adequados e eficientes para avisar à população e às autoridades para agirem em situações de emergências.

Comentários

comentários

Sem comentários

DEIXE UMA RESPOSTA