Tecnologia e cultura: Os dilemas da tecnologia da informação no Brasil

0
2672

Toda segunda-feira liberamos um novo tema de redação para nossos alunos praticarem. Nesta semana, o tema em questão é: “Os dilemas da tecnologia da informação na cultura brasileira“. Para ter acesso à correção, adquira qualquer um dos nossos pacotes que contenham o Curso Completo ou Redação na Prática! Confira aqui.

Texto 1

tecnologia e cultura

(http://www.otempo.com.br/polopoly_fs/1.989788.1423189690!image/image.jpg_gen/derivatives/main-charges-resize_620/image.jpg)

 

Texto 2

Apps de bancos brasileiros têm deficiências de segurança, diz pesquisa

“A análise dos aplicativos móveis na plataforma Android demonstrou insuficiência na verificação da autenticidade do certificado apresentado pelo servidor. Dessa forma, credenciais de autenticação – agência, conta e senha -, e informação financeira privada – saldo, número de cartão de crédito -, podem ser capturadas ou manipuladas em redes sem fio operadas maliciosamente. Isso pode acontecer por desvio de conduta dos operadores ou quando um fraudador disponibiliza uma rede maliciosa no lugar da rede oficial (em um shopping, por exemplo). Correntistas devem tomar cuidado extra ao utilizar aplicativos bancários em redes que não possuem absoluto controle.”

Texto 3

A culpa não foi do Waze

tecnologia passa despercebida na maior parte do tempo. Não pensamos nela quando viramos a chave do carro ou ligamos o celular. Mas lembramos quando ela não funciona da forma esperada. A morte da jornalista Regina Múrmura, de 70 anos, no dia 3 de outubro, é um exemplo trágico do excesso de confiança que depositamos na tecnologia. Regina estava a caminho de uma pizzaria localizada numa avenida de Niterói. Estava com o marido, Francisco. Ao digitar o endereço do local no aplicativo de mapas Waze, o casal foi levado por engano para uma rua com o mesmo nome, na favela do Caramujo. Foram recebidos a tiros por um grupo de criminosos. Regina foi atingida e morreu no hospital.(…)

Para muita gente, o Waze teve uma parcela de culpa na tragédia que matou Regina. O aplicativo, criado em Israel em 2007 e comprado pelo Google em 2013, tem uma rede social própria. Uma camada de interação humana informa em tempo real onde há trânsito, chuva, buracos na pista, acidentes e radares. Ainda conta com editores voluntários que corrigem problemas pontuais. Depois de analisar todas essas informações, o aplicativo oferece a rota mais rápida para o destino. Um dos recursos mais polêmicos do Waze é o alerta de policiais. É possível dizer até se estão visíveis ou escondidos. Além de atrapalhar a fiscalização de blitzes, como a da Lei Seca, a informação sobre a localização pode ajudar criminosos a armar tocaias para policiais. Para os críticos, ao não usar todo esse poder humano para alertar usuários sobre zonas de risco, o Waze estaria negligenciando ajuda a seus usuá­rios. Se o aplicativo pode informar onde estão os policiais, por que não diz onde estão os bandidos?

(http://epoca.globo.com/vida/experiencias-digitais/noticia/2015/10/culpa-nao-foi-do-waze.html)

Texto 4

tecnologia e cultura 2

(https://lh4.googleusercontent.com/R3wUB7e6LJkO5szxebTfLqQk6E5RKE1xmg4_KlGBuUbCsqJI57-FBuHPCpnVk7YO0EJBQL8DwZEAaKX1h90U4rGj0yVWTW41164b8ZSYD-I_zRh9KPw)

Com base na leitura dos seguintes textos motivadores e nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema Os dilemas da tecnologia da informação na cultura brasileira, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

Instruções

– O texto definitivo deve ser escrito à tinta, na folha própria, em até 30 linhas.

– A redação com até 7 (sete) linhas escritas será considerada “insuficiente” e receberá nota zero.

– A redação que fugir ao tema ou que não atender ao tipo dissertativo-argumentativo receberá nota zero.

– A redação que apresentar proposta de intervenção que desrespeite os direitos humanos receberá nota zero.

– A redação que apresentar cópia dos textos da Proposta de Redação terá o número de linhas copiadas desconsiderado para efeito de correção.

Comentários

comentários

Sem comentários

DEIXE UMA RESPOSTA