Matemática para o Enem: Aprenda a calcular o volume dos sólidos geométricos

0
1919

Você sabia que geometria é um dos assuntos mais cobrados na parte de Matemática e suas Tecnologias da prova do Enem? Em especial, questões que exijam o cálculo dos volumes de sólidos são recorrentes (veja os outros assuntos mais recorrentes aqui). Aprenda a calcular o volume dos sólidos geométricos:

Volume dos prismas 

Os primas podem ser definidos como sólidos geométricos delimitados por faces planas e que possuem duas bases, superior e inferior, as mesmas formas e dimensões em planos paralelos e congruentes.

O volume de um prisma qualquer pode ser calculado multiplicando-se a área da base pela altura

Os volumes dos prismas irão depender sempre do formato da base e devem ser calculados de acordo com a seguinte formula:

Volume = (área da base) . altura

No paralelepípedo acima, calcularemos o volume deste prisma da seguinte forma:

V = a . b . c

Já o volume do prisma de base triangular:

V = a . b . c
2

* Lembrando que a área de um triangulo equilátero é calculada da seguinte forma:

área da base x altura / 2 

Volume dos cilindros 

O volume de um cilindro é calculado multiplicando-se a área da base pela altura

Para o cálculo dos volumes dos cilindros, iremos seguir a mesma lógica do volume dos prismas. Sabendo que a área de uma circunferência é π . r, calcularemos o volume de um cilindro da seguinte forma:

V = (área da base) . altura

V = π . r2 . a 

Volume de um cone 

O volume de um cone é calculado multiplicando-se a área da base por um terço da altura

O volume dos cones possuem uma particularidade. Ao invés de multiplicarmos a área da base pela a altura, iremos multiplicar a área da base por 1/3 da altura. Ficando a fórmula de cálculo da seguinte forma:

V = (área da base) . 1/3 altura

O cilindro acima seria calculado da seguinte maneira:

V = π . r2 . a
3

Volume de uma pirâmide 

O volume de uma pirâmide é calculado através do produto da área da base por um terço da altura

O volume das piramides devem ser calculadas da mesma forma que você aprendeu a calcular o volume dos cones:

V = (área da base) . 1/3 altura

Já sabendo que a área do triangulo equilátero, calcularemos a área da pirâmide acima da seguinte forma:

V = b. c . a
2     3

V = b . c . a
6

mat_zero_postCurtiu o post e quer saber mais sobre Matemática para arrasar na prova do Enem? Não deixe de conhecer o curso Matemática do Zero!

Agora com 40% de desconto você pode adquirir as melhores aulas para se preparar por completo para as questões de matemática do Enem, é só clicar aqui para sair na frente com o QG!

Comentários

comentários

Sem comentários

DEIXE UMA RESPOSTA