Protozoários: Hospedeiro Intermediário e definitivo

0
1587

De acordo com o sistema de classificação de 5 reinos, existem certas controvérsias quanto ao Reino Protoctista, visto que de acordo com as diretrizes taxonômicas mais modernas o critério mais importante para a classificação de um reino, seria o fato de ser monofilético, isto é, ter todos os seus representantes com um ancestral comum no passado. Desta forma observamos que as pesquisas mais recentes demonstram que o Reino Protoctista é claramente polifilético, isto é, seus principais representantes denominados algas e protozoários tem ancestralidade distintas. De modo que, no Reino Protoctista serão incluídos todos os eucariontes que não são plantas, fungos ou animais.

Protozoários são organismos unicelulares, coloniais ou não, heterotróficos, a maioria vivendo em água doce, água salgada e terra úmida, obtendo seus alimentos principalmente por absorção e alguns poucos por ingestão. O alimento capturado normalmente é transformado através da ação dos lisossomos em moléculas mais simples que poderão ser absorvidas. Dentro deste Filo existem ainda organismos parasitas, que absorvem o alimento diretamente de seus hospedeiros.

Normalmente ocorre de forma assexuada por bipartição ou cissiparidade, no entanto, alguns reproduzem-se por divisão múltipla ou esporulação. Neste último o núcleo divide-se diversas vezes por endomitose antes de haver inúmeras fragmentações do citoplasma, formando várias pequenas células.

A maioria das espécies de protozoários apresenta processos sexuados de reprodução. O processo mais elaborado de reprodução sexuada em protozoários é chamado conjugação, onde dois indivíduos promovem recombinações genéticas gerando variabilidade, através de trocas micronúcleos.

Veja as principais diferenças entre os hospedeiros dos protozoários:

  1. Intermediário abriga um parasita na fase de larva
  2. Hospedeiro definitivo abriga um parasita na forma adulta
  3. Reprodução – se o parasita se reproduz assexuadamente, o hospedeiro é intermediário
  4. Se o parasita se reproduz sexuadamente, o hospedeiro é definitivo

 

Exemplos: Caramujos, caracóis e lesmas são hospedeiros intermediários do Schistossoma mansoni (causador da Esquistossomose). Mosquitos do gênero Anopheles são hospedeiros definitivos dos Plasmodium (causador da Maláris), enquanto o homem é hospedeiro intermediário.

Enem 2015

Euphorbia milii é uma planta ornamental amplamente disseminada no Brasil e conhecida como coroa-de-cristo. O estudo químico do látex dessa espécie forneceu o mais potente produto natural moluscicida, a miliamina L.

 

MOREIRA, C. P. S.; ZANI, C. L.; ALVES, T. M. A. Atividade moluscicida do látex de Synadenium carinatum boiss. (Euphorbiaceae) sobre Biomphalaria glabrata e isolamento do constituinte majoritário. Revista Eletrônica de Farmácia, n. 3, 2010 (adaptado).

O uso desse látex em água infestada por hospedeiros intermediários tem potencial para atuar no controle da

  1. A) dengue.
  2. B) malária.
  3. C) elefantíase.
  4. D) ascaridíase.
  5. E) esquistossomose.

Resposta: E

Comentários

comentários

Sem comentários

DEIXE UMA RESPOSTA