História para o Enem: 3 Genocídios mais brutais da história

0
1632

Um genocídio é um dos atos mais brutais que pode ocorrer em uma civilização. Este consiste na eliminação em massa de grupos culturais, religiosos ou étnicos em prol de interesses políticos e ideológicos. Veja abaixo 3 dos genocídios mais marcantes da história:

Holocausto

O Holocausto é o genocídio mais marcante da história. Foi uma prática de perseguição religiosa, política, étnica e sexual estabelecida durante os anos do governo nazista de Adolf Hitler, no período de 1942 a 1945. Foi a partir deste que cerca de 6 milhões de judeus foram mortos pelos nazistas, em outras palavras, mais 67% da população inteira de judeus na Europa foram dizimados.

Segundo a ideologia nazista, a Alemanha deveria exterminar todos os grupos sociais que impediam a formação de uma nação composta por seres “superiores”, ou seja, aqueles que eram legitimamente alemães.

Os judeus foram mortos por fome, contaminação por doenças, fuzilamentos, sendo cobaias de experimentos científicos, torturas, e câmaras de gás nos campos de concentração.

Genocídio Armênio

genocidio armenioO Genocídio Armênio ocorreu onde atualmente encontra-se a Turquia, no ano de 1915, como uma tentativa do governo turco para erradicar todos os armênios e outras minorias do país. Como resultado do massacre, resultou-se cerca de 1 milhão e meio de armênios mortos por ordem do governo otomano.

As mortes aconteceram de diferentes formas, entre eles carbonização, afogamento e o uso de armas químicas e biológicas.

Genocídio de Ruanda

genocidio de ruanda

O Genocídio de Ruanda durou cerca de 100 dias durante o ano de 1994 e foi resultado das forças extremistas hutus contra a etnia tutsi. Cerca de 85% dos ruandeses são hutus, mas a minoria tutsi dominou por muito tempo o país. Desde o ano de 1959, quando os hutus derrubaram a monarquia tutsi, há conflito entre ambas as etnias. Mas o genocídio se deu início na noite de 6 de abril de 1994, quando um avião que transportava os dois atuais presidentes da Ruanda (ambos hutus) foi derrubado. Os extremistas culparam um grupo rebelde de exilados tutsis (RPF) pela queda do avião, e logo após este acontecimento iniciou-se uma campanha bem organizada de assassinatos do povo tutsi.

Foram mortes brutais realizadas a partir de armas brancas, como facões, e o genocídio resultou na matança de cerca de 800 mil pessoas.

 

post (4)Se você está querendo saber mais sobre este assunto e ficar super informado para a prova do Enem, assista próxima aula de história ao vivo e grátis do QG do Enem! Confirme sua presença e receba uma lembre te antes da aula: http://confirmacao.enem.com.br/aulabonus

Será no dia 17 de agosto (quarta), às 20h, com o tema “Os principais genocídios do séc. XX”

Para assistir, acesse: www.aovivo.enem.com.br

Conheça o curso: http://bit.ly/QGCursoCompleto

Comentários

comentários

Sem comentários

DEIXE UMA RESPOSTA