Conheça as fases do Modernismo no Brasil

0
1598

Pode-se entender como Modernismo um movimento artístico e literário que se iniciou no século XX e tinha por objetivo romper com o tradicionalismo. A preocupação dos modernistas era a libertação estética, renovação e, acima de tudo, a libertação cultural do país. Entenda como se deu as três fases do Modernismo, que proporcionou um grande movimento cultural no Brasil:

Primeira Fase (1922-1930)

Com o início da Semana de Arte Moderna em 1922 (leia mais aqui), se inicia também a Primeira Fase do Modernismo, também conhecida como Fase Heroica. A primeira fase caracterizou-se pelas tentativas de solidificação do movimento renovador e pela divulgação de obras e ideias modernistas. A semana de arte moderna trouxe um rompimento com as estruturas clássicas, a partir de renovações estéticas inspiradas nas vanguardas europeias como o cubismo, futurismo e surrealismo.

A primeira fase modernista também é marcada pelo surgimento de grupos e manifestos nacionalistas, entre eles o Pau-Brasil, a Antropofagia, o Verde-Amarelismo e a Anta.  Os artistas modernistas que merecem destaque são os conhecidos como “Grupo dos Cinco”, composto pelos escritores Mário de Andrade (1893-1945), Oswald de Andrade (1890-1954), Menotti Del Picchia (1892-1988) e as pintoras Tarsila do Amaral (1886-1973) e Anita Malfatti (1889-1964).

Segunda Fase (1930-1945)

A segunda fase modernista, também conhecida como Fase da Consolidação, representou um período muito fértil e rico para a literatura brasileira. Nesse momento, o romance brasileiro se destaca, pois se coloca a serviço da análise crítica da atualidade. É nesse período que os ideais originados na fase anterior se consolidam e começam a redefinir a linguagem artística, que acaba por se unir a um grande interesse pelas temáticas nacionalistas.

drummond1
Carlos Drummond de Andrade

Além da prosa, a poesia também foi grande foco dos literatos da segunda fase modernista. É neste período que surgem influentes novos poetas, como Carlos Drummond de Andrade.

Terceira Fase (1945-1960)

A terceira fase do modernismo brasileiro, a que representa o último momento da produção modernista, dá sequência as tendências observadas na segunda fase. Neste período, o Brasil está vivenciando momentos mais conturbados em relação as gerações modernistas anteriores, visto que é o momento de redemocratização do país. Além disso, o ano de 1945 é também o fim da segunda guerra mundial e do sistema totalitário do Nazismo.

Nessa fase, a prosa literária é marcada pelas questões urbanas, intimistas e regionalistas, com certa renovação formal. Foi criado um grupo de escritores que se autodenominaram de “geração 45”, composto por grandes nomes como Clarice Lispector, Ariano Suassuna, Guimarães Rosa, Lygia Fagundes, entre outros. Seus membros buscavam por uma poesia equilibrada e séria, sendo até chamados de neoparnasianos.

Importante ! Você sabia que o Modernismo cai no Enem e faz parte das competências e habilidades de Linguagens e Códigos ?! Sim ! Veja só:

Habilidade 15 – Estabelecer relações entre o texto literário e o momento de sua produção, situando aspectos do contexto histórico, social e político.

post1

E como você pode se situar no tema e saber mais sobre o Modernismo no Brasil ?! Assista a aula ao vivo e gratuita do nosso novo curso Top Temas ! O tema será: A crítica modernista e a difusão de um novo olhar no século XX.

A aula acontecerá no dia 08 de Junho (quinta), às 19h ! Não vai perder essa !

Conheça o curso Top Temas Enem. 

 

Comentários

comentários

Sem comentários

DEIXE UMA RESPOSTA