A diversidade étnica na sociedade brasileira do Século XXI

0
6273

дав авто северодвинск каталог товаров Toda segunda-feira liberamos um novo tema de redação para nossos alunos praticarem. Nesta semana, o tema em questão é: “ A diversidade étnica na sociedade brasileira do Século XXI”. Para ter acesso à correção, adquira qualquer um dos nossos pacotes que contenham o curso Completo ou Redação na Prática! Confira aqui.

два дня фильм где снимали вязаные короткие жакеты с коротким рукавом описанием Texto 1

http://www.newsbefunny.com/community/rezultati-oge-gve-2017po-pasportnim-dannim.html результаты огэ гвэ 2017по паспортным данным http://essentialtoronto.com/tech/lodki-dmb-ofitsialniy-sayt.html лодки дмб официальный сайт  A propagação do racismo no Brasil

http://smartmoneyjamaica.com/leon/son-zhena-rodila-devochku.html сон жена родила девочку No Brasil, 72% das vítimas de homicídio são negras. Um balanço publicado pelo Ministério da Justiça na última semana revela dados alarmantes de violência. Os números mostram que o país teve 46.881 casos de assassinato no ano passado. Entre as vítimas, 72% eram negros e pardos.

как приручить дракона дополнительные серии Os estados campeões de violência são a Bahia, com 5.450 casos, e o Rio de Janeiro, com 4.610 homicícios. Os números são piores que os da República Democrática do Congo, por exemplo, que vive uma guerra civil.

Mas embora a violência afete a todos, jovens negros seguem como alvo preferencial. São eles que mais morrem tanto vítima de bandidos quanto da polícia. O Brasil ainda ocupa o terceiro lugar em homicídios de adolescentes entre 85 países, de acordo com o Mapa da Violência, estudo encomendado pelo governo federal e divulgado este ano, com dados relativos a 2013. São 54,9 homicídios para cada 100 mil jovens de 15 a 19 anos, atrás apenas de México e El Salvador. Para efeito de comparação, a taxa brasileira é 275 vezes maior do que a de países como Áustria ou Japão, que apresentam índices de 0,2 homicídios por 100 mil. Todo dia, mais de dez adolescentes são assassinados no Brasil.

Se considerada a faixa etária entre 16 e 17 anos, os homicídios representam quase metade das causas de morte no Brasil – 8.153 jovens nessa faixa etária morreram em 2013, dos quais 3.749 (43%) foram assassinados. A maioria esmagadora das vítimas (93%) são adolescentes do sexo masculino, negros e com baixa escolaridade.

O Brasil, sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz, autor do Mapa da Violência, diz que “o país assistiu à erradicação da pobreza extrema e universalizou o sistema de ensino fundamental de 6 a 14 anos, mas deixou à deriva os jovens a partir daí. A adesão ao ensino médio e sua qualidade caíram muito”, avalia.

(http://brunabolson.jusbrasil.com.br/)

http://ktmbicikli.hu/delo/statya-167-uk.html статья 167 ук Texto 2

diversidade étnica

спортмастер сургут каталог Texto 3

diversidade étnica 2

(revistaescola.abril.com.br)

как приготовить простой тортик в домашних условиях   влюбленные женщины 2017 Texto 4

http://notaboutjackie.com/community/montazhnie-chertezhi-tehnologicheskogo-oborudovaniya.html монтажные чертежи технологического оборудования   сшить расклешенную блузку Respeito à diversidade é uma forma de promover inclusão

ходьба на коленях для похудения результаты отзывы  De acordo com declaração universal, não deve haver discriminação por raça, cor, gênero, idioma, nacionalidade, opinião ou outro motivo

Imagine se os mais de 6,5 bilhões de habitantes do planeta fossem iguais. Não teria graça, não é mesmo? A diversidade é uma das maiores riquezas do ser humano no planeta e a existência de indivíduos diferentes numa cidade, num país, com suas diferentes culturas, etnias e gerações fazem com que o mundo se torne mais completo.

Mas essa convivência só se torna possível se as diferenças forem respeitadas. O artigo 2º da Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH), aprovada na Assembleia Geral das Nações Unidas em 10 de dezembro de 1948, diz que não deve haver, em nenhum momento, discriminação por raça, cor, gênero, idioma, nacionalidade, opinião ou qualquer outro motivo.

É possível que a extrema pobreza e a desigualdade sejam eliminadas, mas questões fundamentais ainda precisam ser enfrentadas, como a violência, a prostituição infantil, o trabalho escravo e diversos outros problemas.

No Brasil, a proteção e a promoção dos direitos de todo ser humano são articuladas e colocadas em prática com o auxílio da Secretaria Especial dos Direitos Humanos (SDH), da Presidência da República. O órgão é responsável por colocar em prática princípios estabelecidos em estatutos e pela proteção dos direitos de cidadãos, das criança, dos adolescente, dos idosos, das minorias e das pessoas com deficiência.

(www.brasil.gov.br)

Com base na leitura dos seguintes textos motivadores e nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em norma culta escrita da língua portuguesa sobre o tema скачать фильм эдвард руки ножницы A diversidade étnica na sociedade brasileira do Século XXI , apresentando experiência ou proposta de ação social, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista. (…)

Instruções

– O texto definitivo deve ser escrito à tinta, na folha própria, em até 30 linhas.

– A redação com até 7 (sete) linhas escritas será considerada “insuficiente” e receberá nota zero.

– A redação que fugir ao tema ou que não atender ao tipo dissertativo-argumentativo receberá nota zero.

– A redação que apresentar proposta de intervenção que desrespeite os direitos humanos receberá nota zero.

– A redação que apresentar cópia dos textos da Proposta de Redação terá o número de linhas copiadas desconsiderado para efeito de correção.

Comentários

comentários

Sem comentários

DEIXE UMA RESPOSTA